Novo banner.jpg

Entrevista 4 - Patrimônio cultural e coleções

Xavier.jpg

Adroaldo Xavier é fotógrafo amador desde finais dos anos 1960 por incentivo familiar;
Participou de diversos cursos de fotografia presenciais e por correspondência, tornando-se leitor e estudioso da matéria, passando a produzir fotos e entender a relação e importância da Fotografia com o meio, iniciando uma coleção de câmeras e equipamentos afins.
Com a formatura em Arquitetura e Urbanismo, em finais dos anos 1970, busca especializar-se em Patrimônio Cultural, passando a atuar na área de modo acadêmico e profissional.
A partir dessa época a Fotografia torna-se uma importante ferramenta para o desenvolvimento das suas atividades nas áreas profissionais escolhidas, inclusive com a formatação de cursos de extensão em Fotografia direcionados a acadêmicos de Arquitetura e História, específicos e de suporte ao trato com as questões ligadas ao resgate do Patrimônio Cultural;
Nos anos 1990, com o início da era digital e o aperfeiçoamento das atividades humanas voltadas ao virtual percebe que o novo meio impõe a necessidade de continuados aprendizados, deixando um tanto de lado todo conhecimento adquirido no meio analógico.
Com a aposentadoria das atividades acadêmicas (2007) e profissional (2013) a fotografia tomou um rumo inesperado, passando a ser a atividade principal, embora ainda amadora, com a retomada das experimentações em Fotografia Analógica, tanto no ato mesmo de fotografar, no ensino, no projeto e restauração de câmeras fotográficas bem como de pequenas participações em mostras, exposições, concursos e cursos (aluno e ministrante).
No ano de 2020, em plena pandemia, por honroso convite de amigos Fotógrafos é aceito e passa a fazer parte do quadro de sócios do Foto Clube Porto-alegrense.