Novo banner.jpg

EntreVista 4 - Fotografias nos dias de hoje

Olhares femininos - Afinal, o que nos move?
Esta mesa de fotógrafas, mulheres, apresenta os olhares, recheados de corpo, alma que tomam forma em imagens provocativas. Jacqueline Joner e Vera Carlotto, nos mostraram um recorte dos seus trabalhos e nos convidam para uma conversa intensa e apaixonada sobre seus processos de criação, seus projetos e sua relação com a fotografia contemporânea.

Anelise.jpg

ANELISE FERREIRA é professora e pesquisadora nos campos da fotografia e educação. Sócia fundadora do Foto Clube Porto-alegrense, onde atua na produção cultural e na comissão de ensino. Proprietária da Oficina de Foto, proposta de assessoria e formação itinerante. Trabalhou como professora e coordenadora da Oficina de Fotografia da EMEEF Prof. ELyseu Paglioli. Doutora e mestra em Educação, UFRGS. Pedagoga com especialização em educação especial/deficiência intelectual, PUC. Participa do grupo de estudos coordenado pela Artista Visual Vilma Sonaglio.

BEA.jpg

BIA DONELLI nasceu no ano de 1964 em Caxias do Sul/RS, é graduada em Administração de Empresas e bancária aposentada. Fotografa desde adolescente, mas foi em 2012, que iniciou seu aprendizado em fotografia com cursos e workshops de grandes fotógrafos como André Nery, Zé Paiva, Claudio Edinger, Fernando Bueno, Márcio Scavone, entre outros. Complementou seus estudos na escola Câmera Viajante e 
É sócia fundadora do Fotoclube Porto-alegrense onde, atualmente, integra a diretoria como vice-diretora financeira.
Sua primeira exposição individual foi em 2018, em Barra do Ribeiro, cidade onde reside desde os dezenove anos, chamada Barra do Ribeiro – um Outro Olhar. No mesmo ano, foi convidada para levar à Assembleia Legislativa sua exposição Cada Mulher é Única, por ocasião do mês da mulher.
Participou de várias exposições coletivas, dentre as quais podemos destacar Portfólio Fotógrafos (2018), In-[finito] (2018), Futurama (2018), Street Expo Photo,(2018 e 2019), Brasília Photo Expo (2017 e 2018), As Canibais (2019).
Pelo Fotoclube Porto-Alegrense participou das exposições coletivas: Histórias Instantâneas, (2018), Expo POA 247 (2019), A Luz da Agroecologia,(2019), Vida Passageira, desde março/2019 no Trensurb em Porto Alegre/RS.
Bia Donelli possui como área de interesse a fotografia feminina artística e sensual e seus quadros de imagens que captura em suas andanças pelo mundo. 
“Busco expressar na fotografia a beleza que enxergo a minha volta. Gosto de fotografar a poesia, o belo, o delicado.”

jAqueline.jpg

JACQUELINE JONER possui graduação em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1976) em Comunicação Social com ênfase em Fotografia, atuando principalmente nos seguintes territórios: jornalismo, documentarismo, fotografia contemporânea, além dos ofícios de professora e curadora.

Jacqueline Joner é jornalista, mãe de Pedro e Camila, trabalha com fotografia desde o início dos anos 70. Sua especificidade: o RETRATO.  Foi editora de fotografia do Diário do Sul (1986 a 1989) e da Coojornal – Cooperativa dos Jornalistas de Porto Alegre (1976-1979) e sócia fundadora da agência de fotografia Ponto de Vista (1979).  Criou seu estúdio, o Atelier de Photographia (1989).

Entre suas exposições, destacam-se Aleluia (2008), Acaso (2002), A Cor da Impermanência  (1998), Os Colonos (1996), Retratos de Casamento (1990), Brilho Fugaz (1987) e O Funeral de Olinto Soiteira (1983), além da produção, edição e participação em “Santa Soja” e "Ponto de Vista", primeiros livros de fotografia editados no RGS

Vera.jpg

VERA CARLOTTO
Artista Visual e Professora de Fotografia. Formada em fotografia pela ESPM-POA. Nos anos 80, trabalhou como atriz e produtora, transitando pelo teatro, cinema e televisão.
Também se dedicou à escultura quando viveu em Londres nos anos 90. Participa regularmente de exposições no Brasil e exterior. Foi integrante da Diretoria da Associação Riograndense de Artistas Plásticos do Rio Grande do Sul, Francisco Lisboa –  estão 2018/2020. Ministra aulas de fotografia no Museu de Arte do Rio Grande do Sul.
Realiza tutorias a artistas na construção de portfólios, de exposições e projetos autorais.
Para mim a fotografia é arte! Eu utilizo a fotografia como um suporte sobre o qual procuro me expressar através de uma narrativa poética. Para tanto, necessito mergulhar na interioridade e me conectar com o fotografável. Tenho uma necessidade imensa de interferir no ato fotográfico, seja por meios eletrônicos ou não. Hoje respiro arte e não me reconheço de outra forma.
OBRAS EM ACERVO
Obras da exposição Calçadas, Pedras e Memórias e Pulsações. Título das obras:
Rupestre no 2 e Natureza no 5 - Ano: 2016 Técnica e material: Fotografia com manipulação tonal através de software digital e impressão de pigmento mineral sobre o papel Museum Etching 350g 100% algodão - Hahnemüler - Dimensões: 100x100cm, doadas ao MARGS - Museu de Arte do Rio Grande do Sul. As obras da exposição  CALÇADAS – Pedras, Memórias e Pulsações fazem parte do catálogo lançado em
dezembro pelo Museu de Arte do Rio Grande do Sul.